Lipoaspiração e Lipoescultura

Um dos procedimentos mais difundidos e realizados em cirurgia plástica é a lipoaspiração.

A lipoaspiração é uma técnica cirúrgica simples e segura, que exige profissional habilitado, avaliação pré-operatória criteriosa e instrumental específico. Nos últimos vinte anos, foi aperfeiçoada com a utilização de cânulas delicadas e funcionais, e de métodos avançados.

A cirurgia apresenta ótimo resultado quando bem indicada e quando o paciente for bem esclarecido de todos os cuidados e procedimentos auxiliares que podem ajudá-lo na sua recuperação pós-operatória. Seus resultados definitivos são percebidos após quatro a seis meses. Indicada para corrigir pequenas e grandes deformidades abdominais e do contorno corporal, deve ser realizada em pessoas com peso próximo ao normal, com gordura localizada e com boa elasticidade da pele. Não é um método de emagrecimento. A finalidade da cirurgia é melhorar o contorno corporal e não reduzir peso. Em alguns casos, recomenda-se uma dieta balanceada e ginástica adequada, para preparar o corpo para uma lipoaspiração, que consiste em retirar o excesso de células gordurosas.

A gordura que é retirada durante o procedimento pode ser utilizada para o preenchimento de depressões, ou áreas que necessitam de projeção: nádegas, coxas, pernas, e até. Mãos envelhecidas também podem se beneficiar com o enxerto de gordura.

O enxerto de gordura, é um procedimento cada vez mais estudado pelos cirurgiões plásticos. Mesmo na face, onde havia sido quase abandonado pela absorção precoce que a gordura sofria, recebe atualmente um impulso na sua utilização, pois a gordura é injetada nas estruturas musculares e profundas onde sua integração é muito mais efetiva. O preparo da gordura também vem merecendo um cuidado especial, visto que a célula gordurosa é bastante frágil e necessita de um manuseio atraumático.

O volume a ser aspirado em uma lipoaspiração não deve exceder de 7% do peso corporal. Em uma pessoa de 70 kg, por exemplo, é permitido aspirar, no máximo, em torno de 4.000g e 4900g.

As áreas a serem tratadas são demarcadas com a paciente de pé para que se obtenha noção exata do contorno que será corrigido. Durante o procedimento são utilizados as medições de volume e o tempo de trabalho em cada área para que se obtenha um trabalho uniforme.

Anestesia

Para os procedimentos menores, utiliza-se anestesia local com sedação, mas quando há várias áreas a serem tratadas, a opção recai para a anestesia peridural.

As técnicas anestésicas também evoluíram muito e os aparelhos de monitoração disponíveis hoje são extremamente eficientes. Portanto, para pacientes saudáveis, a lipoaspiração, de um modo geral, não apresenta riscos. Para se submeter a uma lipoescultura, é indispensável uma criteriosa avaliação pré-operatória, como a realização de exames clínicos e complementares, bem como um histórico clínico completo do paciente e exame cardiovascular.

Procedimento

Estima-se que anualmente são realizadas, no Brasil, cerca de 350 mil cirurgias plásticas, 70% das quais em pessoas que procuram beleza e rejuvenescimento. Na face, por exemplo, a lipoescultura apresenta inúmeras indicações, desde a escultura de uma face redonda, por deposições de gordura nas bochechas, até indefinições de perda do ângulo da mandíbula ao tratamento da papada (queixo duplo). Conforme a idade da paciente e qualidade da pele, a lipoaspiração pode ser um procedimento único ou complementar a uma cirurgia plástica de face completa. Na cirurgia do lifting facial, uma cânula de lipoescultura faz parte da mesa cirúrgica. Uma perda do contorno mandibular pode ser combinada com a lipoescultura e com o preenchimento por meio de material aloplástico ou gordura.

O apagamento dos malares também pode ser projetado com enxerto de gorduras para obter-se uma face jovem com formato triangular.

Nos sulcos nasogenianos podem ser introduzidas tiras de gorduras as quais irão preencher, com material do próprio paciente, uma área às vezes de difícil tratamento.

Nos lábios que apresentam movimento muscular bastante intenso, a gordura sofre uma maior reabsorção. No entanto, para alcançar um bom resultado podem ser programados três sessões com intervalode três meses.

Existem no mercado atualmente materiais aloplásticos, como por exemplo o acido hialurônico, polimetilmetracrilato que está tendo bastante aceitação no preenchimento da face.

No queixo duplo, a lipoaspiração pode ser indicada, isolada ou combinada com um lifting facial. A imobilização das áreas é importante logo após a intervenção. Durante a primeira semana o paciente é encaminhado à fisioterapia para realizar drenagem linfática, ou a aplicação de ultra-som e de outros métodos auxiliares.

Nas mulheres que se submetem à redução mamária e que apresentam gordura no corpo da mama, ou no prolongamento axilar, pode-se associar a lipoaspiração para reduzir o tamanho da cicatriz. A presença de varizes não é uma contra-indicação para uma lipoaspiração, dependendo de uma avaliação acurada do cirurgião plástico, e, por vezes, de um cirurgião vascular.

Cuidados gerais como parar de fumar, realizar intervenção fora do período menstrual, não utilizar vitamina E, aspirina e suspender o anticoncepcional antes do procedimento, alem de suspender alguns fitoterápicos são alguns cuidados que devem ser observados.

Lipoaspiração no Homem

Os homens estão cada vez mais se preocupando com o contorno corporal e o da face. O tratamento do queixo duplo (papada), cintura (pneus) e o abdômen são os procedimentos mais comuns no sexo masculino.

O aumento das mamas, ginecomastia, é o procedimento mais realizado entre os jovens.

A ginecomastia, aumento das mamas no homem pode ser de origem genética e também ocasionada em conseqüência de emagrecimento de paciente obeso, causando grande desconforto. No caso de uma indicação cirúrgica deve-se avaliar se a mama é predominantemente gordurosa ou somente glandular. No último caso, é realizada incisão semilunar na porção caudal do mamilo e retirada a glândula cirurgicamente. Sendo a ginecomastia de origem gordurosa, é feita a intervenção com a lipoaspiração . Normalmente é introduzida uma cânula de 3 milímetros na axila e no sulco mamário. Nesta intervenção o curativo compressivo também é importante , bem como uso de cinta apropriada, que deverá permanecer por duas semanas.

Mama

A lipoaspiração encontra aqui também indicação quando as mamas apresentam-se volumosas com extrema presença de tecido gorduroso, principalmente no prolongamento axilar. Isto permite realizar uma mamoplastia redutora com incisões reduzidas.

Abdômen e contorno corporal

A lipoaspiração do abdômen apresenta uma grande variedade de indicações e benefícios. Os melhores resultados são obtidos em pessoas que apresentam uma boa musculatura abdominal e têm gordura localizada. A falta de cintura também pode ser tratada nesta intervenção.

As gorduras localizadas nas porções do corpo como a cintura, flancos e laterais do tórax são tratadas com o paciente na posição em decúbito ventral, ocasião em que é feito o enxerto de gordura nas regiões glúteas, caso elas necessitem de projeção ou por estarem caídas.

Lipoaspiração combinada com plástica abdominal

Com o desenvolvimento da técnica e o conhecimento anatômico da vascularização da parede do abdômen, hoje é possível realizar a cirurgia combinada com lipoaspiração. Esta possibilidade ampliou a indicação destes procedimentos. O tratamento da musculatura abdominal flácida poderá ser tratada concomitante ao da lipoaspiração da parede abdominal e cintura, dando um melhor resultado.

Antes

Depois

Intercorrências

Seromas

É a coleção líquida que pode ocorrer principalmente quando realizamos uma cirurgia plástica abdominal juntamente com a lipoaspiração. O diagnóstico é feito em torno da primeira semana. Dando-se tratamento imediato não há influência no resultado final. Em todas as cirurgias nas quais há deslocamento da pele é possível ocorrer seromas, que prontamente atendidos não interferem no contorno obtido.

Retoques

Irregularidades em áreas lipoaspiradas são tratadas de quatro a seis meses após a cirurgia, em geral sob anestesia local.

Aqui também cirurgiões experientes obtém excelentes resultados com os métodos que estão acostumados a trabalhar. Os custos destes reparos são discutidos em geral na entrevista.

Questões Importantes

OS MELHORES CANDIDATOS À CIRURGIA

Para ser um bom candidato à lipoaspiração você deve ter expectativas realísticas sobre o que a cirurgia pode fazer por você. É importante entender que a lipoaspiração pode melhorar a aparência e auto-estima, mas não irá necessariamente mudar sua aparência a ponto de alcançar seu ideal de beleza ou fazer com que outras pessoas o tratem diferentemente. Antes de decidir fazer a cirurgia pense cuidadosamente nas suas expectativas e as discuta com o cirurgião.

Os melhores candidatos para a lipoaspiração são pessoas com peso normal, pele firme e elástica que tenham excessos de gordura localizados. Você deve ser fisicamente saudável, psicologicamente estável e realista com as próprias expectativas. Sua idade não é uma consideração principal, todavia os pacientes mais velhos tendem a ter elasticidade diminuída da pele e, portanto não devem Ter os mesmos resultados que o jovem paciente com pele elástica.

PLANEJANDO A CIRURGIA

Na consulta inicial o cirurgião irá avaliar a sua saúde, a pele e determinar onde a gordura está localizada. O cirurgião irá explicar o método de contorno corporal mais adequado a você. Seja franca com o cirurgião quanto as suas expectativas. Desta forma, ele será igualmente franco com você.

COMO A LIPOASPIRAÇÃO É REALIZADA

A gordura é removida através de um fino tubo oco, chamado cânula, que é colocado dentro da gordura por pequenas incisões na pele, próximas dos locais a serem aspirados. A cânula é então conectada a um aspirador a vácuo ou a uma seringa e a gordura é aspirada através de movimentos seqüenciais de vai e vem controlado pelo cirurgião.

ENTENDENDO OS RISCOS

Felizmente, complicações significantes em lipoaspiração são infreqüentes. Todos os anos, milhares de pessoas são submetidos com sucesso a lipoaspiração, sem maiores problemas e com bons resultados. Entretanto, ninguém deve se esquecer que existem riscos e benefícios.

Algumas das complicações em potencial incluem sangramento, infecção e anestesia da pele. Sangue acumulado em baixo da pele é possível, mas normalmente se resolve espontaneamente e raramente requer remoção. Anestesia da pele é quase sempre temporário, mas é possível que alguma área persista em ter uma alteração na sensação. Irregularidades de contorno, incluindo depressões ou enrrugamento da pele, pode ocorrer em alguns pacientes, mas existem tratamentos para minimizar estes problemas.

COMO EU POSSO ME PREPARAR PARA A CIRURGIA?

Aspirina e alguns outros antiinflamatórios podem aumentar o sangramento, por isso, deverá ser evitado por um período antes da cirurgia. Dependendo da extensão da cirurgia e do tipo de anestesia, você irá necessitar de alguém para levá-lo para casa. Não fazer uso de medicação laxante no pré-operatório.

COMO ESTAREI E ME SENTIREI INICIALMENTE?

No dia seguinte a cirurgia, você deverá começar a se exercitar com moderação, a fim de promover a circulação sanguínea. Por alguns dias, os exercícios deverão ser poucos e sempre leves. Poderá sentir algum desconforto na região operada, o que é normal e controlado com analgésicos. Deve se evitar ainda, a aspirina e alguns antiflamatórios. Haverá intenso edema (inchaço) na região operada além de equimoses, o que são absolutamente esperados. O edema irá começar a desaparecer em torno de 7 a 10 dias e as equimoses poderão durar cerca de 3 semanas ou mais. Poderá haver anestesia (amortecimento) de certas regiões, o que levará algumas semanas para começar a retornar.

QUE MEDICAÇÕES DEVEREI USAR?

Geralmente um analgésico e algumas vezes um antibiótico. Além da malha elástica.

QUANDO PODEREI RETORNAR ÀS MINHAS ATIVIDADES NORMAIS?

Poderá retornar ao trabalho em poucos dias e a maioria das atividades normais em uma a duas semanas. Atividades físicas pesadas deverão aguardar para ser iniciadas em torno de 4 semanas. O tempo de recuperação dependerá do tipo de cirurgia realizada e do paciente.

E QUANTO AOS RESULTADOS?

A lipoaspiração irá reduzir depósitos de gordura localizados que o fazem se sentir desconfortável em suas roupas ou que causem insatisfação pessoal. Fatores como retenção de líquidos após a cirurgia ou edema prolongado poderão retardar o aparecimento do novo contorno corporal. O processo cicatricial é gradual, portanto você deve esperar para ter o resultado final da cirurgia.

Eventualmente, algum retoque poderá ser necessário para melhorar o resultado em alguma área lipoaspirada, geralmente, procedimentos simples sob anestesia local.

QUANTO TEMPO OS RESULTADOS IRÃO PERMANECER?

Os resultados da lipoaspiração são permanentes, enquanto você manter o peso. Mesmo que você ganhe peso, a tendência é que a gordura se acumule de forma mais equilibrada que antes da cirurgia.

ACOMPANHAMENTO APÓS A CIRURGIA

No pós-operatório imediato você deverá retornar ao consultório médico com maior freqüência e após este período, de acordo com as necessidades. A fim de se observar e discutir os resultados a longo prazo. Neste período é importante a drenagem linfática, realizada por profissional capacitado, assim que o médico indicar.

O enxerto nesta área, como é realizado na musculatura profunda, tem uma mínima absorção. É nesta parte do corpo que se obtém os melhores e mais duradouros resultados com a enxertia de gordura.

 

Culote

Antes do advento da lipoaspiração, esta deposição do tecido gorduroso era de difícil tratamento. Com a lipoaspiração as portadoras de deformidades nestas áreas ganharam um arsenal de recursos que propiciam uma modelagem no corpo com o mínimo de cicatrizes.

 

Joelhos

Os joelhos apresentam na face interna uma freqüente gordura localizada. Quando isoladas, elas podem ser tratadas com anestesia local ou associadas a um procedimento maior.

 

Lipoaspiração do braço

Nem sempre é possível indicar o método para esta área do corpo, mas quando o braço apresenta mais gordura localizada e a flacidez não é importante, está indicada a lipoaspiração convencional.

 

Região posterior da nuca

Algumas pacientes apresentam uma gordura localizada extremamente endurecida nesta área, para estes casos, é possível um tratamento e, mesmo sendo uma gordura de difícil tratamento consegue-se na maioria das vezes um bom resultado.